Wednesday, December 31, 2008

Sou ailurófila...

E depois?
Aprendi uma palavra nova hoje e que me assenta que nem uma luva - amante de gatos! Completamente =)
Aloha

Tuesday, December 30, 2008

Nights In Rodanthe
























Tinha ouvido algumas opiniões negativas acerca do filme, mas eu gostei, talvez por não estar nada à espera do final. Curiosamente, nunca li um único livro de Nicholas Sparks! Talvez um dia...
Aloha

Saturday, December 27, 2008

Sugestão de prenda
























O Natal já passou, mas ficam sempre prendas por comprar... Que tal esta t-shirt da OMNI? Mais original não podia ser! Brevemente à venda nas lojas OMNI, e por um preço super acessível (20 €) permite-vos recuperar as vossas contas bancárias =D
Aloha

Thursday, December 25, 2008

Sugestão de leitura
























Todos os Natais recebo prendas relacionadas com gatos. Este não foi excepção, e recebi ainda mais coisas de gatos que de costume! Este livro foi uma delas. Ainda só dei uma vista de olhos por alguns capítulos e imagens, mas posso dizer-vos que está escrito com muito humor, para além de todas as coisas úteis que ensina, pois apesar de lidar com gatos há muito tempo, há sempre coisas novas a aprender, acreditem :)
É escrito por um veterinário em conjunto com um escritor, e ao longo do livro tratam o gato como se de uma máquina se tratasse - uma máquina com tempo de vida limitado, que tem várias funções: armazenamento (comer), recarregamento (dormir), descarga de dejectos... Eles vão sugerindo como se deve tratar o modelo e quais os vários modelos disponíveis (rafeiros vs. raça pura), bem como tratar as avarias mais frequentes. Muito útil e engraçado para os amantes de gatos - podem adquiri-lo na FNAC, em Português e em Inglês.
Aloha

Tuesday, December 23, 2008

Uma aventura nas compras

Se há coisa que nos proporciona umas cenas caricatas e cómicas, essa coisa são as compras (de Natal e não só!).
Várias vezes no mesmo dia (e até na mesma loja) fui abordada por clientes que me julgaram empregada da loja. Como estava na Salsa a escolher calças de ganga, ia tirando das prateleiras, desdobrando e voltava a colocar no local se não me agradassem (e devo fazê-lo com jeito, para passar por empregada, ou não tivesse eu trabalhado já numa loja). A dada altura achei tanta piada à situação que não me descosi logo, e diverti-me um pouco com aquilo. Afinal, no Natal ninguém leva a mal! Ou é só no Carnaval?
Outra coisa de que me apercebi nestes dias de compras natalícias foi o facto de algumas lojas tipicamente femininas já terem uma linha de homem. Se na H&M e Zara a roupa masculina pode ser definida como género metrossexual, e é na maioria das vezes aceitável (com excepção de tecidos brilhantes e plásticos, e certas cores, como roxos e rosas), na Mango e Bershka a chamada linha de homem é linha de homem gay. Se não, vejam, encontrei coletes em tricot para homem, camisas com desenhos comprometedores (flores, animais), calças justinhas, sapatos de verniz (!!!) e a lista é interminável... Digam-me com honestidade se conhecem algum homem que vista estas coisas?! Até podem vender roupa para gays, mas ao menos vendam também para heterossexuais, porque embora esta espécie de homem seja cada vez mais rara, ainda não se extinguiu!
Feliz Natal e um bom 2009 para todos!
Aloha

Sunday, November 30, 2008

Koalas





















Já devem ter visto os anúncios do Jardim Zoológico de Lisboa, acerca da campanha de apadrinhamento de animais. Surge em boa altura, uma vez que é o mês dos presentes! Há também iniciativas semelhantes levadas a cabo por outras entidades, e estes projectos são sempre de louvar!
É claro que vi um anúncio numa revista e chamou-me logo a atenção, pelo que fui saber mais à net. E soube que os koalas estavam disponíveis para "adopção", isto é, mediante uma quota anual (60€), poderíamos contribuir para a sua alimentação e cuidados médicos. Bem, mas tratando-se de uma espécie de adopção, e sendo estes animais tão fofos (não digo o mesmo para os rinocerontes, por exemplo) será que não poderíamos trazer os bichinhos para casa, para passar umas férias com a família adoptiva? Dado que dormem cerca de 18/ 19 h por dia, e no resto do tempo comem folhas de eucalipto, não me parece que dêem muito trabalho...
Há quem diga que são agressivos, mas digam-me se esta foto vos transmite isso. Este koala foi vítima de um atropelamento na Austrália, por ter fugido para a cidade, devido à perda do seu habitat natural, causada por incêndios nas florestas, e pelo próprio Homem. Existem actualmente muitos sites destinados a salvar os koalas, pois os mais pessimistas dizem que a espécie pode estar extinta em cerca de 7 anos. Este é um deles, onde podemos ver as fotos dos koalas que queremos adoptar (apaixonei-me especialmente pelo Rodney e pelo Elliot). Mas, mais uma vez pergunto, não posso mesmo acolhê-los em minha casa? São tão fofinhos =)
Já sabem o que quero de prenda de Natal!
Aloha

Wednesday, November 26, 2008

Inexplicável

Mas alguém me explica porque raio é que as empregadas do Pavilhão de Minas passam o dia a lavar as escadas? Eu chego às 8h e lá estão elas a lavar as escadas, vou à casa de banho ou ao LTI passado algum tempo e lá estão elas. Quando chego mais tarde, ou mesmo à hora do almoço, eis que as encontro de novo, a fazer o mesmo serviço. Qualquer dia gastam o chão com tanta lavagem. Não se entende mesmo. Dizem que têm falta de dinheiro mas pagam a um montão de empregadas para lavarem o chão e as escadas, a todas as horas. Depois, cada vez que alguém passa, queixam-se que andamos a sujar... Foram eles contratar um gestor Brasileiro com a mania que sabe tudo. Sabe tudo menos gerir um pavilhão...
Aloha

Monday, November 24, 2008

First step

Para o bem ou para o mal, finalmente, já tenho o tema da tese definido - Caracterização dinâmica de maciços rochosos, sob a acção de detonações. Não sei ao certo no que me estou a meter, mas acho que isso nunca ninguém sabe, até chegar à altura de meter mesmo as mãos à obra! Mas agora pelo menos já não há decisões a tomar, está escolhido. There's no turning back ;)
Se não vier cá com tanta frequência é porque estou mesmo muito ocupada...
Aloha

Monday, November 17, 2008

Fotografia digital

Um site útil a todos aqueles que pensam adquirir uma câmara digital, mas não sabem qual a mais adequada para o objectivo que pretendem. Nele podem encontrar notícias, críticas e o melhor de tudo - fotos tiradas por cada uma dessas câmaras - para que na hora da decisão não tenham dúvidas. Uma preciosa ajuda, se querem que vos diga ;)
Aloha

Wednesday, November 12, 2008

À lareira

Chegámos àquela altura do ano em que finalmente apetece ficar em casa a beber um chá, de lareira acesa, e a ver filmes... De repente, escurece mais cedo, fica frio, vento e chuva, e só apetece mesmo estar no quentinho... Invejo os meus gatos pela sorte que têm de poder estar no sofá, à lareira, todo o dia. Eles é que sabem aproveitar bem a vida ;)
Ainda falta mais de um mês para o Inverno, e apesar de não estar ainda muito frio, já se sente bem a mudança de temperatura. Apanhar Sol na esplanada, só entre às 12h e as 15h, porque depois arrefece num instante.
Agora andamos a comer castanhas, daqui a um mês já vamos no bolo rei. Time flies...
Aloha

Tuesday, November 4, 2008

Pensamento do dia

A história de cada país acaba por ser escrita pela forma como cuida do seu solo.

(Franklin Delano Roosevelt)

Não é costume falar-se muito do solo. Fala-se do petróleo, da água, mas do solo não. Talvez por ser demasiado desinteressante, como a própria revista National Geographic o frisa. Mas o que é facto é que sem solo, não há agricultura. Sem agricultura, não há alimentos. Sem alimentos, não há vida. Talvez agora já seja mais interessante ;)
Um dos artigos deste mês fala do estado dos solos do nosso planeta, de como ainda há soluções para reabilitar muitos deles, e de como por vezes não se faz nada para isso. Actualmente, cultiva-se apenas 11 % da superfície da Terra, dando alimento a cerca de 6 mil milhões de pessoas. Como será alimentar as cerca de 8 mil milhões de pessoas que viverão na Terra em 2030? É esta a questão mais debatida pelos especialistas em solo, que sugerem algumas medidas para evitar uma catástrofe de fome no futuro.
É engraçado como já há mais de 50 anos o Presidente Roosevelt proferiu essa frase. Mal ele sabia o quão certo estava ;)
Aloha

Saturday, November 1, 2008

Educação em Portugal - de mal a pior

De vez em quando também faz falta um post a dizer mal de qualquer coisa aqui no blog. Pois bem, hoje é esse dia. E o tema escolhido foi o panorama da educação nacional.
Quem esteve minimamente atento às notícias no Verão, deve ter ouvido dizer que os exames nacionais foram uma treta este ano: 96 % das escolas com média positiva a Matemática! Ora isto seria bom se, de facto, o mérito tivesse sido dos alunos, juntamente com um bom trabalho levado a cabo pelos professores. Mas não. O mérito deveu-se ao senhor merceeiro (que eu saiba ele não é nem engenheiro técnico) José Sócrates, que resolveu facilitar as coisas para ficar à frente da Europa nas estatísticas. Quais as consequências desta acção? Daqui a uns anos vão ver-se os resultados, nos futuros engenheiros, professores, médicos, advogados, etc. deste país... Estarão ao nível do nosso primeiro ministro (pior será difícil...). Cada vez é maior o fosso entre o secundário e a universidade, e não adianta nada facilitarem o ensino obrigatório, quando o outro continua na mesma. Quem se lixa mesmo são os alunos... Não me estou a queixar - as coisas têm de ser difíceis, pois só assim os alunos mostrarão do que são capazes. A exigência é a amiga número um da qualidade. É assim que se pensa lá fora, e já que gostam tanto de copiar os exemplos dos outros países, copiem os bons, e não os maus ;)
Não sei onde ele se lembra de arranjar estas medidas milagrosas para inverter toda a situação em Portugal, e com isto, distrair durante um tempo, a população dos verdadeiros problemas que assolam o país. Faz lembrar o discurso que ele fez a meio do ano, dizendo que este ano Portugal não tinha tido quase nenhuns incêndios, graças ao grande investimento feito na formação de bombeiros e novos equipamentos. Será que ele não reparou que este ano houve poucos incêncios devido ao clima que esteve (baixas temperaturas no Verão)? Será ele assim tão atadinho? Ou faz-se? Enfim, os nossos políticos no seu melhor (para não variar).
Aloha

Friday, October 31, 2008

Crimes contra os animais

Têm andado aí a circular uns e-mails com petições para abolir os crimes contra os animais. Sou totalmente a favor de lutarmos pelos direitos dos mesmos, e este post não tem nada a ver com os ditos e-mails, mas sim com as situações focadas nos mesmos. São chocantes e deprimentes, e duvido que alguém consiga e queira ver os vídeos das crueldades de que os nossos melhores amigos são vítimas... Custa a crer que em pleno século XXI se tenham atitudes tão baixas contra os animais. E mais, que elas sejam permitidas e ninguém (à excepção de organizações como a PETA) faça algo para impedir estas torturas.
A China é um dos países que mais atrocidades faz aos animais, o que não é de admirar, sabendo o que fazem aos próprios semelhantes... Devia de haver um boicote a sério a esses anormais, que não pensam em meios para atingir os fins... Bando de idiotas...
Se querem ajudar e não sabem como, o meu conselho é que deixem de comprar peles de animais e evitem a todo o custo comprar produtos testados em animais (é óbvio que são mais caros, mas não está certo aproveitarmo-nos do sofrimento dos outros, e muito menos para nossa vaidade...). Se têm peles em casa e não sabem o que fazer com elas, que tal vendê-las e doar o dinheiro feito com as mesmas a estas instituições, para que continuem a fazer um trabalho digno na protecção dos direitos dos animais?
Ajudem hoje, vejam a diferença amanhã!
Aloha

Thursday, October 30, 2008

Pensamento do dia

Some things are just not meant to be. And they shall remain like that.

Aloha

Wednesday, October 29, 2008

Hábitos estranhos

Chego à conclusão que sou uma pessoa estranha. Percebi isso em conversa com algumas colegas hoje.
Conhecem mais alguém que só consegue dormir de noite, isto é, que quando sai à noite, tenha de vir para casa antes do Sol nascer, porque não é capaz de dormir com o Sol? Sim, eu sou assim... Pancada ou não, mas acreditem, dei-me muito mal na Finlândia - foram noites sem dormir porque o Sol estava sempre no céu, toda a noite... E mais, como têm pouco Sol, tentam aproveitá-lo ao máximo, de forma que não fazem as casas com estores/cortinas. No Algarve também nunca consigo dormir nada de jeito, porque os apartamentos nunca têm estores (que hábito terrivel...).
Já cheguei ao cúmulo de ir sair à noite e ter chegado às 9h, 10h da manhã, e não conseguir meter-me na cama para dormir, porque o Sol já estava bem no alto... Eu sei, é horrível, mas acreditem ou não, eu vejo as coisas assim: Sol (para estar a pé) e Lua (para dormir). Qualquer troca entre os dois deixa-me baralhada... Gosto de aproveitar bem o dia e talvez daí esta minha incompatibilidade em dormir durante o dia. Posso estar muito cansada mas nunca sucumbo ao sono enquanto há Sol.
E vocês, também têm hábitos estranhos?
Aloha

Monday, October 20, 2008

Detective de gatos


















Engane-se quem pensa que é mais um livro sobre os bichanos. Vicky Halls é uma das mais conceituadas conselheiras no campo do comportamento destes animais incríveis, e neste livro fala-nos acerca dos problemas típicos dos gatos, porque ocorrem, e como resolvê-los. Porque não são só os humanos que sofrem de stress e vão ao psicólogo; também os gatos precisam de quem os oiça e entenda - assim se cria uma relação harmoniosa entre os dois ;)
Para os amantes dos gatos, é sem dúvida um livro a não perder, por tudo aquilo que tem para nos ensinar!
Aloha

Wednesday, October 15, 2008

No Trilho das Patinhas

Boas!
Mais uma vez vou servir-me deste espaço para fazer publicidade por uma boa causa. Trata-se do blog No Trilho das Patinhas, formado por um grupo de amigos que fazem bijutaria, canecas e afins com o objectivo de ajudar a União Zoófila. As vendas revertem integralmente a favor da instituição.
Dêem uma olhadela e podem ver que os preços são mais do que acessíveis. Quem sabe não encontram ali a prenda perfeita para dar no Natal a alguém! Eu gostei particularmente do conjunto de café (mesmo não incluindo a modelo =p).
Aloha

Saturday, October 11, 2008

Frase da semana II

The best way to predict the future... is to create it!

(Mais uma proferida no âmbito do Eurosun 2008)

Aloha

Friday, October 10, 2008

Olhares

Vou iniciar um curso de fotografia em breve, e vou andar mais ocupada, por isso se não aparecer tanto por cá, não estranhem! De qualquer forma, podem sempre seguir-me no Olhares, a minha segunda casa desde há uns tempos para cá =p
Aloha

Thursday, October 9, 2008

Frase da semana

Ou do mês. Ou do ano. Como queiram, mas que é verdade, é:

We should leave oil before it leaves us.

(Frase proferida hoje no Congresso Eurosun 2008)

Imagino o que estão a pensar. Eu, como Engenheira de Minas, devia defender o negócio do petróleo (afinal ganha-se muito bem devido a ele!), mas como em tudo na vida, há que abrir novos horizontes, e o que é um facto é que o petróleo tem os dias contados. Mais década menos década... Cada vez mais nos viramos para fontes de energia renováveis, e é no evoluir que está o ganho, portanto, sou totalmente a favor das energias renováveis ;)
Aloha

Wednesday, October 8, 2008

Reportagem NGC

E porque nem só de temas aborrecidos vive o blog, venho aqui avisar os leitores para uma reportagem que vai ser transmitida pelo National Geographic Channel nos seguintes horários, e que aconselho vivamente todos aqueles que gostam da natureza a ver:
Domingo dia 12 às 21h
Segunda dia 13 às 12h
Terça dia 14 às 22h
Quarta dia 15 às 13h
Domingo dia 19 às 14h
Terça dia 21 às 18h
Só não me perguntem qual é o canal, porque tenho TVCabo Funtastic Life, e isso varia de serviço para serviço, mas vejam a reportagem que vale mesmo a pena ;)
Aloha

Tuesday, October 7, 2008

Eurosun 2008

















Tive a sorte de ganhar uma entrada para o Eurosun 2008 - um congresso de 4 dias onde vão estar presentes as mais diversas entidades para falar acerca da energia solar. O melhor de tudo é que além de poder assistir às várias palestras, tenho direito aos almoços, jantares e cocktails, bem como a toda a documentação do congresso em pen drives e CD's. Digam lá que não é bom! Pois é, há oportunidades que só surgem enquanto somos estudantes =p
Aloha

Monday, October 6, 2008

Tough decision

Pela primeira vez na vida estou muito indecisa em relação a algo, mas também talvez porque é a primeira vez que tenho realmente de tomar uma decisão (mesmo muito) importante, e que terá implicações no futuro - trata-se do tema da minha tese. Seria suposto chegar a esta fase (e eu sabia que ela ia chegar, embora não desde o início do curso, devido a Bolonha) e saber já o que queríamos? Assim, sem mais nem menos? Escolher apenas e já está? Bem, detesto tomar este tipo de decisões, e ainda mais por não ter muito tempo. O meu problema mesmo é ser uma pessoa muito indecisa no que toca a algumas coisas (noutras, por contrário, não sou nada) e então depois quando chega a hora não sei o que escolher...
Aloha

Friday, October 3, 2008

Burn After Reading
























Para quem procura um filme alternativo talvez este seja uma boa opção ;)
Aloha

Sunday, September 28, 2008

Furiosa!

Pode chover, pode nevar, pode até trovejar como ontem... mas vento, por favor, NÃO!!! Odeio vento; não há coisa pior que ir na rua e nem poder abrir os olhos, e ter de fazer uma força enorme para não nos desiquilibrarmos. Já para não falar de quando vamos a comer um gelado... Já era costume termos estes ventos fortes no Verão, mas agora parece que é todo o ano. Que porcaria; é de uma pessoa ficar mesmo de mau humor...
Voltarei quando o vento se for...
Aloha

Wednesday, September 17, 2008

Qualidade de vida é...

Poder ir para a faculdade ou trabalho a ler um livro no comboio/metro...
Ter tempo para relaxar numa esplanada no final do dia, e apanhar os últimos raios de Sol...
Ir para o ginásio, libertarmo-nos e descontrairmo-nos do stress do dia...
Poder ficar em casa num dia de chuva a ver um filme, à lareira, e a beber um latte macchiato quentinho...
Ter tempo para os nossos animais, mais que não seja aquele miminho que eles tanto querem antes de se deitarem...
Poder relaxar no terraço/jardim a ler um livro, ou simplesmente a descansar, e aproveitar a calma que as flores e arbustos nos transmitem...
Ir fazer fotografia para qualquer lado quando as condições se prestam, independentemente de tudo o resto...
Poder saborear um café à noite com os amigos...
Tenho IMENSA sorte em poder fazer tudo isto, e vai-me custar muito se um dia deixar de ter tempo para estes pequenos prazeres da vida. Deixarmos de ter tempo para aquilo que gostamos e para nós, é como morrer lentamente...
Aloha

Tuesday, September 16, 2008

The Animal Rescue Site

Agora podem ajudar muitos animais, sem sequer sairem do lugar, apenas com um click e gratuitamente. Va lá, o que é que custa perderem 10 segundos diariamente? Eles agradecem ;)
Aloha

Friday, September 12, 2008

Mamma Mia!
























Este filme sim, surpreendeu-me pela positiva. Apesar de gostar bastante de musicais, não esperava que fosse tão cómico e divertido. É um filme que põe qualquer pessoa bem disposta, mesmo quem não seja fã do grupo! Como adoro as músicas deles, adorei reviver esses momentos, mas também valeu a pena pela história do filme. Aconselho a todos que queiram passar um bom bocado no cinema - só vos digo uma coisa: vêm de lá cheios de vontade de cantar e dançar! ;)
Aloha

Thursday, September 11, 2008

Anúncios antigos

























E como um post nunca vem só, deixo aqui um site que espero que vos delicie tanto quanto me deliciou a mim! Tenho de confessar que adoro publicidade antiga, de jornais e revistas, especialmente anúncios Americanos e Ingleses. A meu ver, os que têm mais piada são os de electrodomésticos e produtos para a casa (comida, detergentes...). Mas aqueles mais originais são mesmo os do tempo de guerra - seria impensável criar algo assim hoje em dia!
Os anúncios antigos têm a capacidade de nos levar a viajar no tempo, e imaginar como tudo era antigamente. Sem dúvida uma grande relíquia!
Este aqui é de uma espécie de home cinema de topo de gama (na altura!), marca que iniciou a produção de TV's em 1924 e encerrou em 1979. Dêem uma olhadela no site, procurem as categorias que vos interessam, e percam-se no tempo ;)
Aloha

Wednesday, September 10, 2008

Arraial do caloiro 08
























Depois de muitos se terem queixado de que o blog estava à deriva, cá estou eu de novo! Passou-se que tive muito que fazer nestas últimas semanas, e mal parei um minuto, de forma que não houve nem tempo nem paciência nem nada digno de postar aqui neste local, conhecido apenas por divulgar temas de alto gabarito ;)
Venho então divulgar aqui o acontecimento mais mediático do IST - o famoso arraial, que após uns anos de interrupção na alameda, conseguiu regressar às suas origens. Aqueles que ainda não conhecem o espírito dos arraiais do IST não deixem de aproveitar!
Aloha

Tuesday, August 19, 2008

Novo blog

Não, este blog não deixará de existir! Não se preocupem os milhares de leitores que o visitam diariamente =p Venho só publicitar aqui um novo blog, onde passarei a publicar trabalhos de bijutaria meus e da minha mãe.
A minha mãe começou a fazer colares e brincos para ela e para mim, após frequentar alguns workshops. Depois começou a ter tantos elogios das amigas e colegas, que decidiu começar a vender às pessoas que conhecia. Até que teve convites para colocar os trabalhos dela nalgumas lojas aqui perto de nós. E algum tempo depois, eu juntei-me à aventura. Por vezes, as encomendas já eram tantas que a minha mãe não conseguia ter tempo para responder aos pedidos, e eu comecei a ajudá-la, criando os meus próprios trabalhos. Agora, passado cerca de um ano de termos começado este pequeno "negócio", decidimos trazer a coisa até à blogosfera e ver no que dá ;)
Aloha

Friday, August 15, 2008

Escócia

Nevoeiro, lagos, montanhas, ovelhas, castelos, praias... Porquê falar quando uma imagem vale mais do que mil palavras? Deixo aqui algumas fotos da magnífica viagem que fiz à Escócia. Nelas se vê um pouco de tudo, desde a beleza das cidades, à espectacularidade das paisagens. Consegui conhecer toda a Escócia, menos as ilhas, com excepção da ilha de Skye, de onde são as primeiras fotos. Para conhecer as ilhas precisava de mais uns meses, tendo em conta que são cerca de 800 =p
Espero que gostem e que possam lá ir um dia; vale mesmo a pena ;)
Aloha










Wednesday, July 23, 2008

Leaving...
















Pois é, e é já amanhã... Quando os leitores mais despassarados cá vierem, já estarei a caminho... Deverei revelar o meu destino, ou o avião dará algumas pistas? Bem, vou para a Escócia... Tenho andado a planear a viagem nestas últimas semanas, mas a verdade é que foi também uma surpresa para mim! Espero ter uma óptima estadia, e que os que fiquem cá também se divirtam! Voltarei em breve com muitas novidades e fotografias ;)
Aloha

Tuesday, July 22, 2008

O primeiro amarelo...



















...deste ano! Porque afinal é suposto serem assim, não? Mas os outros não ficam nada atrás deste! É claro que este todo amarelinho, com o olhinho castanho...é qualquer coisa de extraordinário! Aqui ele estava a abrir, mas hoje já está todo aberto e virado para o Sol!
Em relação aos outros, posso dizer que já tive mais de 20 girassóis este ano, e que se o tempo o permitir, terei mais uma data deles! Pena não ser assim todo o ano =( Entretanto, cortei os que foram secando, para dar espaço aos outros, e esperar que as sementes sequem por completo, para as colher e comer (são óptimas em saladas) e também para o cultivo do próximo ano, pois plantar girassóis já é minha tradição ;)
Aloha

Monday, July 14, 2008

Nova geração de girassóis



















Este sujeito que aqui vêem acabou de abrir, e por muito que não acreditem, atingiu os 2,20 m! Isso mesmo, leram bem! Estou muito contente porque no ano passado eles atingiram à volta de 1,70 m. Quem sabe, para o ano chegarão mesmo aos 3 m (aí terei problemas com os meus vizinhos, ou não, porque acho que deve ser tão bom abrir a janela e ter uma flor aos nossos pés)! Outra coisa curiosa é que no ano passado eles nasceram todos amarelos (como é comum), entre o o final da época e os primeiros deste ano, já apareceram alguns mestiços, e agora surgiu este, todo castanho. Não sei explicar porquê. De qualquer forma, gosto deles, independentemente de serem pretos ou laranjas às bolinhas. Ficam dignos aqui à porta do meu quarto, e só é pena lembrarem-me constantemente do quão eu sou baixa... Obrigada sim? Nem toda a gente cresce apanhando um bocadinho de Sol e água...
Ainda tenho dezenas de girassóis por abrir, e nem sei se estarei cá enquanto alguns deles abrirem, mas já arranjei quem tome conta deles, obviamente ;)
Aloha

Saturday, July 12, 2008

Eu e os gatos II

É de manhã cedinho, porque eu gosto de me levantar sempre cedo, mesmo no Verão, e a minha mãe sabe que gosto que ela me abra a porta do meu quarto, e fá-lo todos os dias. Isto porque a primeira coisa que desperta o interesse do meu gato logo de manhã, sou eu. Depois então vem o terraço (=liberdade) e só depois a comida. Engane-se quem acha que os gatos são interesseiros.
Assim que encontra a porta do meu quarto aberta, vai até a minha cama, dá-me marradinhas na mão, e salta para cima de mim, para me dar os bons dias. Raramente fica ali mais de uns segundos, mas o Marte nunca vai para o terraço sem querer saber de mim.
O mesmo acontece quando chego a casa. Sai do seu sofá (que por acaso até foi a minha mãe que comprou na Divani & Divani, mas ele é que faz uso dele) e vem ter comigo à porta. É um gato muito exigente e possessivo e se não lhe dou atenção quando chego, ou antes de me deitar, ele fica muito aborrecido. A atenção que ele quer não é deitar-me no chão a brincar com ele, mas sim ficar deitado aos pés da minha cama enquanto estudo ou trabalho. É capaz de ficar ali toda a noite, sem se mexer, sem fazer barulho, mas gosta mesmo de me ter por perto. O primeiro ano em que viajei, e ele ficou só com a minha mãe, deixou de comer! E acreditem, ele também adora a minha mãe; mas sente uma paixão arrebatadora por mim. Fiquei assustada, e a partir daí a minha mãe tinha de pôr o telefone em alta voz, para ele perceber que era eu do outro lado, e que estava tudo bem. Ele sente mesmo muito a minha falta quando vou embora, ou quando passo muito tempo fora de casa. E eu também sinto muito a falta dele, porque é uma sensação fantástica ter um animal que tem esta devoção toda por nós.
Revolta-me o facto de toda a gente dizer que os gatos são interesseiros e maus! Como? Terei eu muita sorte com os que me calham? Não! Acreditem: os animais são o reflexo dos donos. Eles são o que vocês quiserem que eles sejam. Assim como há gente que treina cães para atacar e lutar, também há quem os treine para serem carinhosos e leais. O mesmo acontece com os gatos. Não conheço nenhum gato mau; provavelmente é o dono que é mau.
Arranjem um animal, tratem-no bem e verão o que ele é capaz de fazer por vocês - muito mais do que imaginam ;)
Aloha

Sunday, June 29, 2008

=D



















Este foi o segundo girassol a abrir. O outro possui uma ligeira coloração nas pétalas, mas este ficou totalmente tingido de castanho! Juro que não lhe fiz nada! Até gosto do efeito das suas pétalas, pois fica diferente dos outros, mas alguém me sabe explicar porque são assim? Nunca vi nenhum assim, e como plantei as sementes que eles deram no ano passado, achei estranho ele ter aparecido assim... Mas como já vi girassóis vermelhos, já nem digo nada! Digamos que ele está bronzeadinho, tal como eu ;) E muuuuito bonito!
Aloha

Monday, June 23, 2008

Está quase...



















Começo a pensar que devia ter seguido o curso profissional de jardinagem... E isto não é nada, esperem só até ele abrir por completo! Não há melhor visão do que abrir a janela do meu quarto e ver uma data de girassóis à espreita =p Este ano plantei 10, mas nem todos sobreviveram (julgo que talvez por terem sido transplantados antes de tempo). Uns estão mais avançados que outros (é o caso deste), que tinha um vaso maior, e se desenvolveu mais rapidamente.
Julgo que já expliquei anteriormente a minha paixão por girassóis. De facto, são a minha flor favorita, e nenhuma outra tem tanto esplendor como um girassol aberto (então aqueles de 30 cm de diâmetro, nem se fala!). Além de serem bonitas, eu própria acho-me parecida com os girassóis, porque também sou heliotrópica. Afinal, ando sempre atrás do Sol. Por exemplo, de manhã estudo no terraço porque é onde tenho Sol; a meio da tarde vou para a sala para poder apanhar os seus últimos raios. É raríssimo estudar com luz artificial cá em casa (só no Inverno, e à noite). Adoro mesmo apanhar Sol! E acho fantástico que os girassóis tenham a mesma mania que eu!
O único senão dos girassóis é o facto de não durarem muito tempo, mas mesmo nos campos de cultivo, as suas sementes são colhidas após um mês. E eu espero um dia poder ter uma grande quinta com um enorme campo de girassóis! Outra coisa a ter em atenção é a vulnerabilidade dos girassóis a lagartas; ainda assim, são uma espécie bastante resistente - ficam é com as folhas todas rotas!
Para quem não sabe, a jardinagem é uma boa forma de descontrair e gerir o stresse. Muitos recomendam que devemos falar com as plantas, para que nasçam mais viçosas e bonitas, e por mais que eu passe por maluca a falar com as minhas enquanto as rego, o que é certo é que todos os vizinhos gabam o meu terraço! É uma sensação óptima pensar que deitei uma semente à terra há cerca de 2 meses, e que agora a flor já se desenvolveu totalmente e está mais alta que eu (também não é difícil!). Um desafio que ainda estou a tentar ultrapassar é conseguir que eles atinjam os 3 m de altura, mas em vasos penso que é impossível...
Aloha

Thursday, June 19, 2008

Made of Honor
























A comédia romântica do ano! Alguns tópicos acerca do amor e das relações amorosas, sempre com uma boa pitada de humor. Óptimo desempenho de Patrick Dempsey ;)
Aproveitem e façam como eu: vão ao cinema na véspera de um teste ou exame - nada melhor para destressar!
Aloha

Saturday, June 14, 2008

Cartoon da semana
















Encontrei este cartoon numa das minhas pesquisas pelo Google e decidi colocá-lo aqui, talvez para chamar mais visitantes. Sim, que isto não podem ser só posts chatos, que dêem que pensar, porque depois ninguém cá mete os pés =/ Quanto aos milhares (quiçá milhões) de leitores anónimos que por cá passam, podem passar a comentar e deixar-se de anonimatos (sim, eu sei que cá vêm, porque alguns já me confessaram não serem capazes de se deitar sem antes virem aqui ao cantinho da Billa!).
Aloha

Wednesday, June 11, 2008

Dormir é preciso...

Só agora percebi que é possível sermos como o Marcelo Rebelo de Sousa - basta querermos e/ou precisarmos. E falo de quê? - perguntam vocês. Falo das horas de sono. Uns gostam de dormir 10h ou mais horas por dia, outros há que dizem precisar de 12h para estarem bem, depois há aqueles que dormem as 8h diárias consideradas suficientes (é o meu caso), e há os tipos armados em Marcelo Rebelo de Sousa, que conseguem estar de perfeita saúde física e mental com apenas 5 ou menos horas de sono! Pois é, eu consegui transformar-me num destes prodígios. Este semestre foi/é o mais trabalhoso de sempre, pelo que cheguei a uma dada altura em que para fazer tudo aquilo que tinha de fazer (obrigações) e o que queria fazer (lazer) tinha mesmo de cortar nas horas de sono. Comecei por as cortar durante a semana, mas quando chegava ao fim de semana nunca as conseguia compensar... Depois a coisa foi-se prolongando por semanas e semanas, até que me habituei à ideia de dormir pouco. Se no início não andava nada bem, porque estava extremamente cansada, rapidamente me habituei a dormir cerca de 4/5/6h por noite. É claro que ao fim de um mês assim, mesmo que nos sintamos mais ou menos bem, nota-se que temos um ar cansado. E portanto, é algo que não deve fazer-se por sistema, porque mais tarde o nosso organismo acaba por pagar todos esses excessos. Finalmente terminei as aulas, e apesar de estar com imenso trabalho, consigo gerir as minhas 24h diárias muito melhor, pelo que conto voltar às minhas horas de sono sagradas.
Aloha

Sunday, June 8, 2008

Época de exames

E nesta época de exames que agora se inicia, tudo serve de pretexto para não se estudar. Pelo menos para mim! Já não basta o Verão ter vindo em força (só agora??? e logo agora!!!), como ainda temos de nos exilar a estudar, fazer projectos, apresentar trabalhos... É nestes dias que mais me apetece ligar a TV e perder tempo (só para não estudar) a fazer zapping... Eu que odeio futebol, não quero saber dele para nada, e até chego a ter raiva de quem gosta/delira/vibra/fala do dito cujo, nesta altura do Euro, dou por mim a ligar a TV para ver um jogo e não pensar em estudo... Não é normal, eu sei! Mas uma pessoa anda o ano todo a trabalhar, e assim que acaba as aulas, o que quer é descansar. Já é bom ficar em casa (é óptimo =D) mas ter de ficar a estudar =/ E então no semestre de Verão custa muito mais...
Boa sorte e muita força de vontade para quem está ou estará em breve em exames. Eu já comecei e só termino dia 23 (de Julho!), por isso podem começar a ter pena...
Aloha

Tuesday, June 3, 2008

O drama de sempre

Parece mentira... Estamos nos últimos dias de Junho, e já se vêem animais abandonados nas ruas e estradas, sobretudo cães. Curiosamente, todos os anos, por volta desta altura, reparo num aumento de animais aqui na minha rua, que deambulam entre o calor e a procura de alimento, ao mesmo tempo que tentam escapar à triste sorte dos que ficam atropelados.
Incrível é haver legislação contra o abandono de animais neste país ridículo que é Portugal, e não ser CUMPRIDA nem se FAZER CUMPRIR por parte das autoridades. Parecer-me-ia natural (embora condenável) num país de 3º mundo, mas não num país que se diz assim tão avançado como a restante UE. Mas como alguém disse uma vez, o ser humano só é um ser nobre e superior quando não tratar mal os seus semelhantes.
Alguns, com medo de serem apanhados a abandonar os animais, deixam-nos presos em varandas com um pouco de comida e água, enquanto viajam, e quando voltam, se os animais não conseguiram libertar-se, estão mortos, mas assim não podem ser acusados de nada. Mesmo sabendo que as queixas caem muitas vezes em saco roto, denunciem os casos de abandono e maus tratos, quando os presenciarem. Em nome dos animais, porque eles não conseguem valer a sua vontade.
Claro que se isto fosse num país decente dava direito a prisão, ou melhor ainda, direito a passar umas temporadas em canis/gatis municipais, fechados em gaiolas mínimas, aos donos que abandonassem os animais.
Lembrem-se, ter um animal não é só para os tempos livres, nem quando eles são pequeninos e engraçados. Ter um animal é um compromisso que se assume durante toda a vida do mesmo, e perante o qual temos as nossas obrigações e deveres, bem como tratá-lo quando está doente, e dar-lhe atenção e tudo o que ele precisa! Pois ele gostará de nós incondicionalmente, e jamais nos abandonará ;)
Não deixo de viajar por ter animais; certifico-me antes que alguém pode tomar conta deles enquanto estou fora. Não acredito que não tenham um amigo/familiar que possa tratar deles nas férias. E caso não tenham, há sempre a opção de levar o animal, e se esta não for viável, deixá-lo num hotel, que cuidará dele enquanto estiverem fora. Se esta opção for economicamente proibitiva, há que abdicar de ir de viagem; abandonar o animal NUNCA!!!
Aloha

Guilty Pleasures

Boas!
Em resposta ao desafio do Tiago tenho de nomear 10 coisas que me dêem prazer, mas que ao mesmo tempo provoquem em mim um sentimento de culpa... Não é fácil, até porque dificilmente me lembrarei de 10 coisas! Mas vou tentar!

1. Ir roubar uma bolachinha ou um quadradinho de chocolate quando podia comer uma peça de fruta... Sem dúvida, é o que mais me chateia!!! E o que mais dificilmente controlarei, apesar de ter bastante cuidado com tudo o que como!

2. Implicar com algumas pessoas, mesmo sabendo que às vezes estou a exagerar...

3. Aproveitar para tomar um banho mais demorado no ginásio... Sabe-me bem, mas lá porque não sou eu que pago a conta de água deles, não deixa de ser egoísta... Mas já é raro fazer isso ;)

4. Esbanjar dinheiro... Já fui bem pior, e actualmente poupo-o bem, e sei bem em que hei-de gastar... Chego a ficar com o dinheiro que me dão nos anos até ao Verão (antes nem durava até à Pascoa).

5. Ser chata com algumas pessoas por vezes, pelo facto de querer ser tão perfeccionista e picuinhas...

6. Ficar a ver um filme ou um programa de TV em véspera de testes/exames, algo que nem faria noutra ocasião, mas que naquela hora me sabe mesmo bem, só para não ter de ir estudar... Claro que depois me culpo (mesmo sabendo que o filme nada (ou pouco) influenciou a minha nota)...

7. Deitar-me tarde porque fiquei a estudar/trabalhar/ver TV/na net, e pensar que no outro dia logo compenso as horas de sono... Fico tremendamente irritada porque sei que no outro dia ainda terei menos tempo para descansar, e porque mesmo que tenha, também não gosto de desperdiçar tempo a mais a dormir. Mas na hora soube-me bem ficar até tarde a pé...

8. Aproveitar os dias de Verão de férias para não fazer nada... Bem, férias é isso mesmo, é descanso. Mas descanso não significa não fazer nenhum. E então eu, que detesto estar parada, e gosto é de ir passear, conhecer locais, viajar... Quando estou cheia de planos, e depois acabo por não me mexer, porque o prazer de estar em casa fala mais alto, acabo por me arrepender bastante!

9. Dizer uma mentirinha de vez em quando, ou fazer algo às escondidas. Se o faço é porque tem mesmo de ser. E se na hora me sabe bem, logo depois sinto-me mal =/

10. Encher a caixa de mails ao pessoal! AHAHAH! Agora já não o faço, porque não tenho tempo, nem suficientes mails interessantes, mas tempos houve em que os meus contactos recebiam 20 e 30 numa hora =p

Vou lançar este desafio a duas grandes amigas, que estou certa que elas terão coisas bem mais divertidas para contar! Sofia e Patrícia: encham-se de coragem e respondam ao desafio ;)
Aloha

Sunday, June 1, 2008

Rock in Rio - eu fui!!!



















E foi lindo! Adorei! =D
O concerto da Alanis Morissette foi bom, embora ela não tenha tocado algumas músicas que esperava, mas gostei muito de a ver actuar. A noite não poderia ter terminado melhor com os Bon Jovi! Há anos que queria vê-los, e há 13 anos, quando cá estiveram, não me deixaram ir ao concerto deles... De forma que agora foi a minha vingança! 2h de um grandioso espectáculo, marcado pela simpatia do grupo e pela interacção com o público. O concerto superou todas as minhas expectativas! Sem dúvida, o melhor concerto desta edição do Rock in Rio até agora! E não desfazendo as outras bandas que ainda estão para vir, acho difícil que alguma o supere! Quem viu, especialmente ao vivo, sabe do que falo. Afinal, os Bon Jovi são mesmo como o vinho do Porto: quanto mais velhos, melhores ;)
Aloha

Sunday, May 25, 2008

Eutanásia: sim ou não?
























Já sei o que estão a pensar - outro tema polémico. Sim, é verdade. Mas decidi colocar isto após uma reportagem que vi na TV, acerca de uma mãe de uma menina, cuja filha tinha sofrido um AVC. A mãe, compreensivelmente, estava num estado de sofrimento tal, que pedia por tudo para que a eutanásia fosse aceite em Portugal.
Segundo os médicos diziam, a menina estava em estado de coma desde há uns anos já (ela tinha 9 anos quando sofreu o AVC) e nem conseguiam encontrar razões para o facto de ela estar naquele estado. Mas o que era certo, é que dado o estado dela, dificilmente ela voltaria a ficar bem. Com as coisas neste ponto, e estando a miúda totalmente dependente de máquinas para respirar e comer, a mãe defendia que não queria prolongar o sofrimento da filha, pois ninguém podia fazer nada por ela, nem o dela. Como se já não bastasse isso, ela ficou sozinha. Perdeu o emprego, os amigos e até mesmo a família e marido, tudo porque passou a viver única e exclusivamente em função da filha. Meio país censurou-a quando os jornalistas lhe perguntaram se ela chamava ajuda, caso as máquinas a que a filha estava ligada deixassem de funcionar, e ela disse que não. Disse que só não desligava as máquinas porque cá a eutanásia era crime, mas se fosse preciso chamar alguém, ela não o faria, fingindo que não ouvira, pois assim não seria culpada de nada.
Como este caso, há imensos pelo país e mundo fora. Porque é preciso prolongar o sofrimento das pessoas quando já não há nada a fazer? Porque não podemos ter a mesma atitude da Holanda?
Só condena quem nunca viu ninguém assim de perto a sofrer. E eu já vi, infelizmente.
Aloha

Tuesday, May 20, 2008

Quanto mede a vossa pegada de carbono?

A minha mede 1.2 toneladas/ano (0.37=casa, 0.83=electrodomésticos, 0=viagens), o que não é considerado nada mau... Mas multipliquem isto por 6000 milhões de pessoas!!! E tendo em conta que a maior parte delas terão pegadas bem maiores...
Para quem não sabe, a pegada de carbono mede a quantidade de CO2 que produzimos no nosso dia-a-dia. Desde ligarmos o PC até apanharmos um avião para o outro lado do mundo...
Encontrei um site muito giro onde podemos calcular a nossa, e inclusive, aprender a reduzi-la! Se todos contribuirem um pouco, não custa tanto. E a Terra agradece, a sério. E as futuras gerações também ;)
Façam a vossa, digam quanto vos deu, e sejam mais "verdes" nas vossas futuras escolhas!
Aloha

Wednesday, May 14, 2008

Pena de morte: sim ou não?
























Venho aqui lançar mais um tema polémico. E que tem muito que se lhe diga.
Em primeiro lugar, vou expôr as razões pelas quais sou a favor. Julgo que há crimes que não deveriam ter outra solução que não a pena de morte. Por exemplo, o caso recente do Austríaco, também conhecido como O Monstro. Há muita gente por aí que não merece viver. Cometeram crimes de tal ordem (assassinatos, violações, atentados bombistas...) que não merecem continuar a ter um lugar na nossa sociedade, nem que seja atrás das grades. Sim, porque eu não acredito na "reabilitação" dos criminosos... Nem eu, nem quase ninguém!
Este post vem na sequência de um artigo que li na Super Interessante há pouco tempo, e em que se falava que as execuções muitas vezes são mal feitas. Demoram demasiado tempo, ou então são mal conduzidas, em termos dos fármacos administrados, resultando ambas num sofrimento maior para o paciente. Isto para não falar dos erros lamentáveis que acontecem (cada vez menos vezes, graças aos avanços da ciência), executando alguém que estava inocente. E depois já não se pode voltar atrás.
Não imagino nada mais horrível que executar alguém inocente. Mas também me custa que se dêem novas oportunidades a quem não as merece. Sim, porque essa história de "todos merecem uma segunda oportunidade" não se aplicaria se alguém vosso amigo ou familiar tivesse sido morto/violado/espancado... Aos meus olhos, essa pessoa só mereceria a morte. Acho que aqui se aplica muito bem o ditado "olho por olho, dente por dente". Felizmente, posso dizer que nunca vivi uma situação destas, mas alguns amigos meus sim, e quando assim é, gostaríamos mesmo de poder fazer justiça com as nossas mãos...
Aloha

Saturday, May 10, 2008

DespoLazer Lisboa'08
















Se estão pela capital e procuram um fim de semana diferente, sugiro-vos que visitem a feira DespoLazer, no Centro de Congressos de Lisboa. Nela encontram equipamento de ginásio, bem como roupa, ténis e acessórios. Mas o melhor mesmo, é a possibilidade de poderem praticar algumas aulas de ginásio. Ainda têm direito a uns snacks e bebidas energéticas, e divertem-se enquanto fazem desporto. Tudo isto à borla (pois basta levar um convite que se encontra no site da Manz). Só ficam a preguiçar no sofá se quiserem!
Aloha

Wednesday, May 7, 2008

Novo Acordo Ortográfico

Certamente já ouviram falar nesta ideia estapafúrdia. Passaremos a escrever algumas palavras como os Brasileiros, e vice-versa. Não concordo de modo nenhum com isto. Temos uma língua há centenas de anos, que teve as suas devidas modificações, mas nunca porque outros nos impuseram. E agora temos de nos sujeitar a determinadas grafias brasileiras.
Dizem o seguinte: A ocorrência de ter duas ortografias atrapalha a divulgação do idioma e a sua prática em eventos internacionais. Sua unificação, no entanto, facilitará a definição de critérios para exames e certificados para estrangeiros.
E mais, a nossa grafia será mais alterada que a do Brasil. Quer dizer, eles foram descobertos por nós, e agora ainda temos de aceder às vontades deles... Sinceramente, recuso-me, e RECUSO-ME mesmo, a escrever palavras como: úmido (húmido), ato (acto), gênio (génio)... Chamem-me picuinhas, mas toda a vida aprendi assim, e não vou mudar agora. Ainda bem que já não ando na escola, senão obrigavam-me a escrever da nova forma. Agora assim, quero ver quem vai entrar na cantiga. Ahhh, e o nosso alfabeto vai ter k, w e y (e eu que pensava que isto vinha do Inglês, mas não, os Brasileiros até isso tinham de ir roubar aos outros...). Mas melhor só esta: O acento deixará de ser usado para diferenciar "pára" (verbo) de "para" (preposição). Não acho normal... Enfim, assim vai o nosso Portugal. Mudassem outras coisas importantes e úteis, em vez de perder tempo com brincadeiras.
Aloha

Saturday, May 3, 2008

Viajar...











Não vos apetece às vezes ir embora daqui? Assim, sem mais nem menos? Sem dar satisfações a ninguém... Agarrar numa mala, meter uma data de coisas lá dentro, e partir à descoberta por esse mundo fora... Já tantas vezes me apeteceu fazer isso, mas agora, mais do que nunca, sinto que não só gostaria de poder fazer isso, como sinto necessidade de o fazer... Sair um bocadinho daqui e arejar à cabeça, conhecer países e culturas tão diferentes das nossas, não me preocupar com nada aqui, e esquecer a rotina diária por uns tempos... Sei que agora isso não é possível, mas assim que acabar o curso gostava de tirar um tempo para viajar, e então começar a trabalhar... Deve ser um bocado difícil, como é lógico, mas quem sabe, posso ganhar o Euromilhões =p
Viajar não é um luxo, mas sim uma necessidade... Todos precisamos de mudar de ares, nem que seja por pouco tempo, e eu, já há uns anos que não faço grandes viagens =(
Mas o que eu queria mesmo agora, era largar tudo de um dia para o outro, e ir viajar por todos os cantinhos do mundo que anseio conhecer... Sem ter de me preocupar com questões de dinheiro, e de tempo. Sim, porque para viajar também é preciso tempo (especialmente para ver a quantidade de locais que quero ver...). Talvez um dia isso seja possível. Como já disse num post mais atrás, uma das coisas que receio mais, é o facto de não poder conhecer todos aqueles locais que desejo... E, se calhar, não o poderei fazer. Provavelmente...
Aloha

Thursday, May 1, 2008

21
























Já há muito que não vinha aqui deixar sugestões de filmes e espectáculos, pois acreditem, não tenho tido grande tempo para essas coisas ultimamente... Mas ontem fui assistir à ante-estreia deste magnífico filme. E não podia ter havido melhor local para a sua ante-estreia do que o próprio Casino do Estoril. Isto porque, como devem estar a perceber o filme é sobre jogos de cartas, mais concretamente sobre o blackjack. Alunos de matemática e de estatística vão adorar, e vão ficar com vontade de fazer o mesmo, aproveitando assim os frutos da matemática!
Já há muito que um filme não me deixava presa ao ecrã desde o primeiro até ao último minuto, e pela opinião geral do público assistente, penso que os outros sentiram o mesmo.
O filme é baseado num livro, que por sua vez foi baseado numa história verídica, ocorrida nos EUA, há uns anos. E já não é a primeira vez que este tipo de coisas acontecem - eu mesma, publiquei aqui no blog há uns tempos uma crónica acerca de como ganhar a lotaria. Isto só prova que realmente podemos enganar o jogo, bastando para isso ter uma capacidade intelectual bem acima da média =p
Não percam este filme, a sério! E depois digam o que acharam ;)
Aloha

Sunday, April 27, 2008

The World Without Us
























Boas!
Venho aqui recomendar um livro sensacional que acabei de ler, e que gostava de dar a conhecer a todos vós que por aqui passam por este cantinho, mesmo os que vêm cá parar por acaso!
Foi editado em Português, por isso não têm desculpa para não o lerem, e pode encontrar-se em qualquer livraria na secção dos best-sellers, sob o nome O Mundo Sem Nós. É um livro que todos deveriam ler, mesmo aqueles que se estão nas tintas para o aquecimento global, a extinção das espécies, a conservação da natureza... O livro dá-nos uma ideia de como será o mundo após o nosso desaparecimento. Para isso, mostra-nos como foi a nossa evolução até hoje, e as modificações que introduzimos na Terra. Não é um livro de ficção científica, mas sim uma obra apoiada no conhecimento que se dispõe hoje em dia. Nele participaram os mais variados cientistas, tais como astrónomos, biólogos, geólogos, meteorologistas, evolucionistas... Deixo aqui o site do livro para vos fazer crescer água na boca: The World Without Us.
Espero que apreciem o livro, e que aprendam tanto como eu aprendi ;)
Aloha

Thursday, April 24, 2008

Quiche lorraine













Ultimamente tenho-me dedicado a inovar na cozinha, nomeadamente no que diz respeito às quiches. A quiche lorraine, oriunda da região de Lorraine (França) pode ser feita com os ingredientes que quisermos, e aí é que está a piada: inventar e experimentar coisas novas.
Certamente, conhecem as mais tradicionais (fiambre e cogumelos, alho francês e bacon, frango...). E se eu vos dissesse que atum com banana fica uma combinação excelente? Mas melhor, só mesmo ananás e fiambre (a esta dei-lhe o nome Hawaii!). Talvez não gostem da combinação de uma coisa doce com uma salgada... A minha mãe também achou que eu me ia arrepender de escolher atum e banana para uma das quiches, mas depois a quiche "voou", como que por artes mágicas... Desde que comi pizza de banana e chocolate, e pizza de maçã e canela, que me sinto com vontade de experimentar as combinações mais estranhas, e até não me tenho saído mal! Próxima combinação: manga ou pêssego com fiambre!
Para saberem a receita da quiche lorraine, ou mesmo terem uma ideia dos ingredientes a usar, consultem o site da Vaqueiro, mas como eu costumo dizer, o céu é o limite da nossa imaginação ;)
Bons cozinhados!
Aloha

Sunday, April 20, 2008

Dúvida pertinente!

Mas que é que se passa com os homens de hoje em dia que decidem quase todos (aí uns 70 %) fazer depilação? Será que já alguém lhes disse quão ridículos ficam? Além de passarem por gays, fica totalmente inestético... E depois há aqueles que chegam ao cúmulo de fazer depilação também nas axilas e no peito... Há mesmo uns quantos gayzões que chegam a fazer depilação definitiva na cara! Eu adoro ver um homem de barba feita, mas não de forma definitiva, que mais se parece com uma boneca... Sim, porque agora os homens, além de depilarem as sobrancelhas, também põem base... E atenção, estou a falar de homens que não são "supostamente" gays! Mas uma coisa é ser metrossexual - e quem não gosta de ver o namorado arranjado? Pôr creme e perfume, ter as unhas arranjadas e limpas, etc, etc. E outra coisa bem diferente, é querer ser uma menina! Se é isso que querem, mudem de sexo, porque garanto-vos, usam mais maquilhagem que eu, e com sorte, até conseguem ter umas pernas mais bonitas que as minhas =p
Aloha

Saturday, April 19, 2008

Reciclar é preciso!
























Mas ainda há muito boa gente que não o faz... Como se isso fosse alguma tarefa do outro mundo! Se até o Gervásio consegue separar as embalagens de plástico dos cartões e vidros, porque será que muitos não conseguem? Ou nem sequer estão para aí virados?
Recentemente visitei uma fábrica de reciclagem de vidro (Vidrociclo, Figueira da Foz) e tive oportunidade de ver como é feita a reciclagem do vidro. Fomos alertados para a importância de separar bem o vidro e colocar vidro e apenas vidro no vidrão. Isto porque cerâmicas não podem ser aqui colocadas. E muito menos espelhos, vidraças e lâmpadas, como tanta vez se vê... O mesmo se aplica a caricas, rolhas ou tampas - não podem ser depositadas no vidrão!
Em alguns pontos do processo da reciclagem, a triagem é feita manualmente (e sem luvas!) pois é a única maneira de separar as impurezas do vidro, impurezas essas que se traduzem quase sempre em pratos e vasos, e que, se erradamente prosseguirem na reciclagem, irão causar graves defeitos nas garrafas de vidro produzidas. Ora, é aí que nós entramos. Podemos minimizar essas situações, colocando apenas vidro no vidrão. E não me digam que é difícil. Até porque tem lá uns bonecos a explicar o que se pode ou não depositar. O Gervásio consegue separar, mesmo sem saber ler. E vocês? Conseguem, ao menos, chegar aos calcanhares de um mero chimpanzé?
Aloha

Wednesday, April 9, 2008

Jogos Olímpicos de Pequim

















Verão de 2008. Jogos Olímpicos de Pequim. China.
Desde pequena que adoro ver os Jogos Olímpicos, não só pelo desporto, mas também pelo que representam em si: a aproximação e reconciliação entre os vários países. Durante aquele mês, parecia que o mundo era diferente: esqueciam-se as guerras, as doenças e vivia-se em torno de algo que unia todos os povos.
Já foram várias as edições dos Jogos marcadas por acontecimentos menos felizes, e parece que esta se está a tornar numa delas.
Pelo que o conceito dos Jogos representa, sempre acreditei que não deveriam realizar-se em países que não têm qualquer respeito pelos Direitos Humanos, que é o caso da China. Infelizmente, o dinheiro fala sempre mais alto, e mais uma vez ganhou.
Como se não bastasse a China ter anexado o Tibete e o Taiwan e não querer abrir mão deles, continua com a sua política natalista excepcional (também conhecida pelas salas de morte)... Houve um caso deveras chocante há poucos meses que correu mundo: uma criança abandonada no caixote do lixo, e milhares de pessoas passaram por ela, e só uma senhora se interessou em salvá-la... No que respeita aos animais, também são os líderes da violência. Já para não falar na pena de morte (não é que seja contra ela, mas isso será alvo de outro post num dia de maior inspiração)... Por tudo isto tudo (e muito mais que não estou a referir), não acho que a China devesse organizar os Jogos Olímpicos, pois isso será compactuar com leis e mentalidades que condenamos. E como muitos sugerem, acho que devia haver um boicote aos Jogos. Eles dizem que vão mudar muita coisa na China... Vão mudar durante os dias dos Jogos, depois volta tudo ao mesmo. Um país onde nem sequer os jornalistas têm liberdade de expressão, onde quem quer que seja que diga algo contra o Governo, será massacrado...
Resumindo e concluindo: eu cá gosto muito dos Jogos Olímpicos, adorava ir à China um dia (porque aparte as politiquices deve ser um país fantástico), mas não acho bem que eles fiquem com os louros de organizar os Jogos e durante esse período terem um comportamento exemplar porque têm milhões de olhos postos neles, e depois tudo voltar ao mesmo.
Aloha

Saturday, April 5, 2008

Cabo Mondego
























Esta fotografia foi tirada numa visita de estudo que fiz a semana passada ao Cabo Mondego (Figueira da Foz). Por trás desta paisagem lindíssima (têm de concordar comigo que sim!) existe uma pequena pedreira de calcário, mas nem por isso aí a paisagem deixa de ser bonita. Não existem grandes escombreiras e a fábrica (também pequena) de processamento do calcário está discretamente escondida no meio da Serra da Boa Viagem.
Já imagino o que possam pensar. Eu também não gosto de ver grandes explorações a "estragar" a paisagem, mas ultimamente posso gabar-me de ter visto muitas explorações sustentáveis, e quando assim é, dá gosto ver como a natureza e a indústria se equilibram.
Para além da particularidade da pedreira estar "encaixada" sobre o mar, é possível ver na foto as camadas sedimentares todas inclinadas do Jurássico. Mesmo que não percebam patavina disto, faz ou não faz um efeito bonito? Agora imaginem dentro da pedreira, tudo constituído por estes mesmos estratos, e rocha sim, rocha sim, encontram-se fósseis de amonites, alguns deles com 20, 30 cm de diêmetro!
É, sem dúvida, um local bonito para passear. Do miradouro da Serra da Boa Viagem tem-se uma bonita vista para a Figueira da Foz. Pena é a praia não ter acesso, porque no Verão havia de ser bom ir para um local mais recatado, e ainda por cima com tanta geologia para decifrar.
Aloha

Wednesday, April 2, 2008

Preservativos=Crime?



















Encontrei este cartoon na net e decidi colocá-lo aqui. Afinal, ele é apenas uma das muitas razões pelas quais sou contra a Igreja e o Papa e essa tralha toda...
Parece-me incrível que em pleno século XXI o Vaticano continue a insistir na falsa ideia de que o preservativo não impede a transmissão do vírus da SIDA. Mas que é isto??? Que venham dizer que segundo a Bíblia, não se deve ter relações sexuais a não ser para procriar, é uma coisa, agora levarem não sei quantos fiéis atrás das mentiras que contam... é crime.
Não se estará a Igreja a esquecer de todos os escândalos sexuais e de pedofilia ocorridos nos últimos tempos? Ahhh pois, é que aí já convém usar preservativo...
Deveríamos agradecer à Igreja pelos 42 milhões de pessoas afectadas anualmente pelo vírus da SIDA? Essa mesma Igreja que depois vai para África (onde existem mais infectados) promover ajuda e medicamentos aos doentes com SIDA? A isso chama-se hipocrisia.
Peço desculpa por ferir susceptibilidades, mas alguém que leva os outros atrás, só porque quer seguir uma doutrina, e sem se preocupar minimamente com as consequências, merece ser castigado...
Aloha

Sunday, March 30, 2008

Kopi Luwak












Este post vem no seguimento de um filme que vi recentemente: The Bucket List, e que recomendo vivamente. Não é uma crítica do filme, como é usual, mas sim uma curiosidade. No filme falam de uma variedade de café algo estranha, e que eu como apreciadora (não de café, mas de tudo o que sabe a café! =p), resolvi investigar.
Chama-se Kopi Luwak e é, nada mais, nada menos do que o café mais caro do mundo (250 €/kg), e apresenta uma particularidade: é retirado dos excrementos de um animal! E porque não quero que deixem de ler o post, por mais nojo que vos possa estar a causar, passo a explicar.
O seu nome Kopi Luwak vem da palavra indonésia bahasa para “café” e de “luwak”, um pequeno primata asiático que selecciona com os seus critérios, os grãos de café que lhe são apresentados, para os comer. Os preparadores recolhem depois das fezes do luwak cada grão de café, lavam-nos cuidadosamente (ahhh, assim fico muito mais descansada!) e produzem assim aquele que os especialistas consideram o melhor café do mundo. Os grãos conhecem uma pequena fermentação natural no estômago dos luwak, o que lhes confere um sabor levemente achocolatado.
Embora altamente valioso, não é possível produzir mais de 100 kg de kopi luwak por mês, o que é compreensível, pois imaginem o que os bichinhos sofrem todo o dia a comer e a ... =p
Aloha

Saturday, March 29, 2008

Piada da semana

Estou a estudar no terraço e a minha mãe chama-me para a ir ajudar na cozinha.
- Mãe, não posso demorar muito, que estou a estudar Construção Pesada e as folhas podem voar com o vento...
- Se é Construção Pesada, como é que as folhas voam?
- Ahahah!!!

=p (teve piada até)

Aloha

Tuesday, March 25, 2008

Obrigada por tudo =D

Ao fim de 5 anos no meu curso, apercebo-me que deixei algumas coisas para trás, que se calhar não deveria ter feito. Hobbies e amizades que ficaram algures perdidos no tempo. Infelizmente, o IST rouba-me grande parte do tempo... Tempo esse que gostaria de ter para sair mais vezes com os amigos, namorar, ler, ir a concertos e museus, viajar, fazer desporto, enfim, tudo aquilo que gostamos de fazer e que por vezes temos de abdicar, pois os dias não têm mais de 24 h!
E porque a vida é feita de momentos, por mais breves que eles sejam, com este post pretendo apenas realçar a importância de tais bocadinhos, sejam eles a conversa com as amigas até às 3h da manhã, sobre a inesquecível viagem onde aconteceu tudo e mais alguma coisa, sejam a partilha de uma boa refeição, ou a ida àquele concerto tão especial.
Por mais atrapalhados que estejam, nunca deixem de ter tempo para os pequenos prazeres do dia a dia, pois sem eles não somos nada. Sei que (dificilmente) podia ter feito as coisas de outra forma, mas arrependo-me de muitas vezes ter posto o IST em primeiro lugar, em detrimento de outras coisas que agora considero mais importantes. E não digo isto por estar quase a acabar o curso, mas sim porque mudei um bocado a maneira de ver as coisas. Espero, contudo, ainda vir a tempo de remediar os erros!
A todos os que enchem um bocadinho o meu dia a dia, seja pela companhia nos almoços e nos trabalhos, pelos telefonemas e conversas aconchegantes, um muito obrigado por me ajudarem a ser quem sou!
Aloha

Sunday, March 23, 2008

Como ganhar a lotaria














Mais outro artigo que não resisti a colocar aqui, e que julgo que vão achar deveras interessante e curioso. Tópico: tem a ver com matemática. Espero não vos assustar com isto, pois vale a pena ler esta crónica, mesmo para os que não são fãs desta ciência. Espero que gostem.
Aqui vai o link do artigo:
http://www.ordemengenheiros.pt/Ing102/Ing102_Cronica.pdf

Aloha

Friday, March 21, 2008

Novo mapa de Portugal
























Não resisti a colocar aqui esta imagem. Não sei se é caso para rir ou para chorar, mas a verdade é que saiu num jornal mundialmente conhecido - Financial Times - há uns meses atrás... Vejam bem a ideia que os outros têm de nós. Embora muita gente pense que Portugal = Algarve, os outros de fora não podem pensar isso. Enfim, nem digo mais nada. A imagem fala por si própria.
Aloha

Sunday, March 16, 2008

Pensamento da semana

Quanto mais conheço as pessoas, mais gosto dos animais.

É incrível como há pessoas tão maquiavélicas que só se sentem bem com a infelicidade dos outros! Compará-las aos animais só os ofende, porque eles, ao contrário de certas pessoas, não desejam nem querem mal a ninguém.
Foi só um desabafo, mas sinto-me triste por me aperceber que há cada vez mais gente assim, e algumas estão mais perto de nós do que pensamos...
Aloha

Saturday, March 15, 2008

Medo...

Alguma vez sentiram medo? Não falo de medo de aranhas ou do escuro ou de ficar num elevador fechado... Falo daquele medo irracional que, por vezes, se apodera de nós e nos reduz.
Certamente, todos vocês têm sonhos e ambições, que pretendem concretizar: tirar um curso, casar, ter filhos, viajar, comprar uma mota / um barco... Por mais difíceis que vos pareçam de concretizar, lutam e lutarão por elas. Mas e se por acaso começam a aperceber-se que não ver capazes de conquistar certas coisas? E se vos cortam as asas, por qualquer motivo, e já não conseguem realizar o que tanto queriam? Já alguma vez pensaram nisto?
Uma das coisas que mais ambiciono fazer, assim que acabar o curso, e tiver disponibilidade e dinheiro, é viajar. Viajar por todo o mundo, porque assim, à partida, poucos seriam os locais que eu não quisesse visitar. Um dos meus maiores receios é esse mesmo: não ter tempo ou oportunidade de ver tudo aquilo com que sempre sonhei, sejam as pirâmides do Egipto, seja a muralha da China... Não consigo contentar-me em conhecer apenas os locais por fotografias.
Outro receio que me apoquenta é também o facto de não saber se vou conseguir trabalhar no que quero, depois de tirar o meu curso, até porque eu não sei bem o que quero (ainda)...
Também penso se vou conseguir ser feliz ao lado da pessoa que amo, e ter a vida que sempre quis.
Digam quais são os vossos medos, ou se acham este post completamente ridículo!
Aloha

Saturday, March 8, 2008

Uma ambientalista no lugar errado?

Certamente, já se depararam por diversas vezes com a seguinte dúvida: estaremos nós no curso certo?
Várias vezes fiz a mim mesma essa questão, e nunca tive dúvidas. Continuo a não ter, apesar do que vou escrever em seguida. Não tenho dúvidas. Apenas me pergunto se duas linhas contrárias de pensamento podem coexistir.
O curso que frequento é vocacionado para uma das indústrias mais poluentes do mundo (indústria mineira). No entanto, sem ela, não poderíamos viver, pois é graças a ela que extraímos quase tudo o que consumimos: petróleo, gás, água, minérios... Podemos minimizar os impactos ambientais da actividade mineira, mas não podemos nunca suprimi-la.
Acontece que eu sou uma ambientalista quase a 100%, apoiando algumas instituições que defendem o meio ambiente e os animais: PETA, WWF, Greenpeace, National Geographic. Participo em algumas campanhas/actividades, faço reciclagem, dou donativos, etc. Parece-me (e parecer-vos-á a vocês) contraditório que eu venha a trabalhar numa actividade tão poluente, sendo eu tão defensora da natureza.
A minha dúvida saltou ainda mais à vista, quando numa das últimas aulas de certa disciplina, se falou no facto de os ambientalistas, os biólogos, os arqueólogos e companhia, serem um grande entrave à engenharia de minas/geotecnia, pois fazem de tudo para não se construir uma barragem, ou uma ponte, SÓ porque tais empreendimentos vão danificar a ecologia do local, podendo condenar à extinção determinada espécie de formigas. E pus o só em letras maiúsculas em jeito de ironia. Porque isso me parece uma razão mais do que válida para que determinada obra já não se realize. Assim como as figuras de Foz Côa impediram uma importantíssima barragem de se construir. E acho que foi um motivo suficientemente forte. Ou os engenheiros só se incomodam em construir, mesmo que isso implique perder o património dos nossos antepassados, ou destruir determinadas espécies? Não digo que essas obras não façam falta, mas há-de haver uma solução que agrade a ambas as partes, minimizando os riscos para a natureza.
Como futura engenheira, deveria preocupar-me em construir determinada obra, ou abrir uma certa mina (porque é para isso que vou ser paga), sem pensar sequer no que isso poderia trazer à vida animal e vegetal naquele local. É claro que hoje os Estudos de Impacto Ambiental (EIA) são obrigatórios, e só se forem positivos, é que o projecto avança. Mas há sempre muito interesse em que eles "dêem" positivo... É isso que me preocupa. Deveria eu passar-me para o outro lado?
Aloha

Saturday, March 1, 2008

Eu e os gatos

Estou a arranjar-me para ir para as aulas. Já tomei o pequeno almoço, e estou a vestir-me no meu quarto. Eis que ouço uns passinhos leves no chão flutuante. Nem preciso de me virar para saber quem é. Os outros já estão lá fora, portanto é a minha menina que vem visitar-me... Sobe de imediato para a minha cama, pois sabe que a mantinha que lá tenho se destina a ela. Depois de arranjar a posição ideal, instala-se confortavelmente, pensando que ali vai ficar durante todo o dia, como nos últimos dias... Parte-se-me o coração de saber que vou ter de sair de casa dentro de momentos, e que só volto passado umas boas horas, e não vou poder fazer-lhe companhia, que é o que ela mais quer... Tiro-a do quarto vezes e vezes sem conta, pois estou já a calçar os ténis para sair, mas a princesinha insiste em entrar uma e outra vez, a ver se me convence a ficar! E como é difícil resistir àqueles olhinhos azuis =p Asseguro-lhe que quando voltar das aulas, sou toda dela, e deixo-a vir para o meu quarto brincar e dormir (essencialmente), mas até lá sei que ela vai ficar triste por não ter nenhum dos "irmãos" cá dentro (pois eles adoram estar no terraço e ela cá dentro), nem nenhuma das donas.
Quem tem gatos e os compreende tão bem como eu, concorda, de certeza, com o que eu digo.
Aloha

Friday, February 22, 2008

Conversas da treta

Se há coisa que me irrita solenemente são aqueles programas televisivos cujo objectivo único é falar acerca da vida das pessoas. Nem sequer é o falar mal (sim porque bem nunca se fala), mas sim o falar. Que direito têm as pessoas de falar da vida dos outros, sem sequer saberem de nada? Tudo bem que as pessoas são conhecidas e famosas e isso tudo, mas isso não dá o direito a ninguém de se estarem sempre a meter na vida deles.
As revistas inventam e exageram a maior parte das coisas que publicam... Uma simples conversa com alguém é transformada num enorme beijo; alguém que seja apanhado a beber ou a fumar está altamente viciado em drogas; quando alguém é internado no hospital é logo um caso de overdose... Epá, já chega! Claro que é isso que vende, porque as pessoas são cuscas, mas por muito cuscas que sejam, chega a um ponto que também já se devem fartar de histórias inventadas...
Outro dia calhei a parar na SIC, e estava a dar um programa qualquer, que tem uma secção na qual se fala apenas de celebridades (nacionais e estrangeiras) durante uns bons 20, 30 minutos, conversa essa na qual participam meia dúzia de pessoas (mais ou menos conhecidas). Não sei se o que vi aconteceu por acaso nesse dia, ou se costuma acontecer sempre, mas 2 dos intervenientes da tal conversa quase que se lançavam à pancada (houve troca de palavrões e tudo), em virtude de terem opiniões contraditórias acerca de uma certa celebridade. Fiquei a ver durante uns minutos, e só pensei assim: "Mas que é que esta gente sabe da vida do outro, para falarem com tanta convicção?". E mesmo que soubessem, não tinham nada que ir para ali falar... De forma que só me ocorre pensar que quem faz esse tipo de programas, não deve mesmo ter mais nada que fazer. Devem ter uma vida tão aborrecida, que gostam de ir falar da vida dos outros. Mas pior, é pensar que um canal de TV lhes paga um ordenado chorudo para irem dizer parvoíces. Há cada vez mais programas destes ao invés de programas culturais, séries e filmes de qualidade. Assim vai Portugal...
Aloha

Monday, February 18, 2008

Universitárias e prostitutas

Mais um tema polémico lançado para o debate...ou não!
Muito se tem falado acerca disto em revistas, jornais e reportagens televisivas. Alguns de vocês até terão colegas/amigas nesta situação, mesmo sem o saberem.
Não vou falar muito para além do que já foi dito no Mundo Universitário. Apenas queria referir a minha opinião sobre este tema.
É lógico que estudar na universidade fica caro para qualquer um, independentemente do curso. São os transportes, os almoços, muitas vezes os jantares, em alguns casos o alojamento, e depois o material escolar, que se para alguns é composto apenas por sebentas e livros, para outros consiste em tintas, telas, esqueletos... Uns acabam por gastar mais do que outros, mas a coisa fica ela por ela. Há quem, infelizmente, tenha de arranjar um trabalho para pagar os estudos, e a coisa acaba por se resolver, embora seja complicado estudar e trabalhar em simultâneo, nalguns cursos. Para quem não quer/não tem tempo para ter um trabalho, pode agora fazer um empréstimo para estudantes, com juros muito baixos, e pagar quando terminar o curso! Sim, verdade, já não é só no resto da Europa; cá também já existe. Portanto, não me venham dizer que os estudos são muito caros e têm de se prostituir para os pagar. E que não encontram trabalho! Tretas! Gostam é de ganhar dinheiro fácil. E dizem que assim que acabarem de estudar, deixam essa vida. Tretas! É como alguém diz: se ganham 200 € num dia, como é que com um mestrado vão contentar-se com uns míseros 800 € ao fim do mês? Ah, pois é... Não me venham dizer que uma rapariga que não consegue pagar os estudos (coitadita) aluga duas casas. E mais, as tais raparigas que foram entrevistadas, ainda dizem que têm namorados (coitadinhos dos cornudos), e que eles não desconfiam de nada, e elas nem sequer se sentem mal com o que fazem, porque dizem que é como outro trabalho qualquer... Fora os pais, que julgam as suas filhas a estudar fora e a esforçar-se para terem um curso, quando gostam é de andar nesta vida. Enfim, são umas tristes. Não têm respeito por elas próprias, podiam lá tê-lo pelos pais ou namorados... E os que recorrem a este tipo de serviços (que se frise, ilegais) também são uns tristes. Tenho pena desta gente que não tem nada na cabeça, mas é a realidade do nosso país.
Aloha

Sunday, February 17, 2008

Sugestão para os dias frios













Venho aqui dar-vos uma boa sugestão para fazer por estas alturas. Não que não se possa fazer durante todo o ano, mas sabe bem melhor no Inverno ;) E falo de quê? Fondue de chocolate!
Uma refeição muito simples e agradável de fazer. Basta ter um recipiente para o fondue (à venda em qualquer loja de utilidades) por um preço nada caro ( cerca de 10, 15 €, conforme o tamanho e o material). Aconselho-vos um recipiente em metal, embora os de loiça também funcionem bem para o chocolate, pois ele derrete facilmente. E quanto ao chocolate, o ideal é mesmo comprar as pepitas de chocolate culinário da Nestlé ou doutra marca. Hoje em dia, já há chocolates para todos os gostos: preto, branco...
E quanto aos ingredientes a usar? Bem, isso é fruto da vossa imaginação e gosto. Em relação às frutas, as que acho que ficam melhor são, sem dúvida, a banana, o morango, o ananás, o kiwi, a uva e a papaia. Ainda não experimentei com meloa nem com manga, mas há-de ficar bom também. Acompanhar o chocolate com crepes ou bolas de gelado também é delicioso. Podem também saboreá-lo com línguas de veado, ou natas. Como vêem, é só mesmo escolher... e fazer este petisco de vez em quando, porque é altamente viciante =p
Aloha

Thursday, February 14, 2008

Jumper
























Boa ficção científica, mas nada de especial. Esperava mais do filme, mas para quem gosta do género, é capaz de gostar.
Aloha

Saturday, February 9, 2008

Como despachar os chatos do telemarketing...

- Boa noite. Fala da TVCabo. Gostaríamos de lhe propôr a adesão aos canais de cinema.
- Boa noite. Não estou interessada. Mas já que fala da TVCabo, gostaria que me disesse porque é que os clientes novos podem ter o pacote Funtastic Life por 25€, e os antigos, como eu, têm de pagar 30€!!! Deviam era premiar os clientes antigos, não era?
- Pois, não lhe sei dizer porquê. Mas pode cancelar o contrato em seu nome, e abrir outro no nome de outra pessoa do seu agregado.
- Já tive de fazer isso uma vez, por motivos semelhantes, e fi-lo em nome da minha filha. Sendo assim só me resta fazer em nome dos gatos... Pode ser, não pode?
- ...
- Adeus então.
- Adeus.

Errata: onde se lê TVCabo, deve ler-se TVRabo.

Aloha